Conheça as vantagens da técnica que promete eliminar até 80% dos pelos para sempre – e prepare-se para desfilar nos próximos meses um corpo liso, liso.

 1 - Alta Eficácia

É comum ouvir que a depilação a laser se trata de um método definitivo. E, em partes, ele é mesmo.“O pelo cujo folículo foi destruído não cresce mais”, afirma a dermatologista Ju Perrony, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, de São Paulo. Outros dois bons motivos para aderir ao método: para algumas pessoas, os disparos feitos pelo aparelho doem menos do que a remoção feita com cera quente, além de não causar pontos encravados, como pode acontecer com a lâmina. Se surgir algum incômodo durante o tratamento, aplicar gelo no local faz com que ele seja amenizado. 

2 - Indicado para Todas as Peles

Tempos atrás, quem desejasse se livrar dos fios pelo corpo precisava fazer jejum de sol antes de iniciar o tratamento e durante o processo. Mas a situação mudou. As técnicas mais recentes dispensam esse tipo de preparação prolongada. “Os novos aparelhos podem ser utilizados com segurança em todos os tipos de pele, até nas bronzeadas”, afirma Ju. Certifique-se com seu médico se o aparelho ao qual vai se submeter oferece essa segurança. 

3 - Bastam Poucas Sessões

O tratamento completo da depilação a laser envolve cerca de oito sessões por área, uma a cada 40 dias, ao valor médio de 200 reais a sessão. Caso alguns pelos reapareçam nas áreas tratadas, eles podem ser eliminados com sessões esporádicas, a cada três meses ou mais.

 4 - Não Demanda (Muitos) Cuidados

Antes de se submeter às sessões a laser, não depile a área com métodos que arranquem o fio pela raiz, como é o caso da cera e da pinça. Entre uma sessão e outra, raspe os pelos com lâmina (ou creme depilatório). Caso seu médico use um aparelho de tecnologia nova, o sol está liberado, desde que você abuse do filtro solar para evitar manchas.

 Área proibida

A região da sobrancelha é a única que os especialistas não recomendam o uso do laser, por causa da proximidade com os olhos. Os métodos mais indicados são a cera* ou a pinça. Se ficar com a primeira opção, proteja a região com filtro solar depois da depilação. Isso evita que as manchas avermelhadas causadas pela irritação na pele escureçam de forma permanente. Para quem prefere a pinça, é bom saber que não se deve cutucar a área todos os dias para não provocar manchas acastanhadas ou até cicatrizes. Tenha paciência e espere os fios crescerem alguns milímetros.